domingo, 16 de setembro de 2018

ESTAR COM PESSOAS SEMPRE SERÁ ESSENCIAL!!!


No dia 12/09/2018, aconteceu em São Paulo o encontro do GAM no Café da Livraria Cultura. Encontrar pessoas ainda é essencial, não abro mão de sair do virtual para um contato real e humano. A vida é composta de pessoas e acredito que nunca sairá da moda. Aqui deixo com grande admiração um pouco do coração de cada pessoa.


"O que me move é saber que nasci para fazer a diferença na vida das pessoas. É saber que o propósito é viver para ajudá-las. E gosto disso e faço com amor e dedicação, tudo que está ao meu alcance para ajudar o próximo."
Elen Deise Rodrigues Salomé


"Viver, acredito que seja o tempo de me amar mais e vivenciar todas as bençãos que Deus já me deu. Me permitir ser feliz. Desejar. Sonhar mais. Me enxergar da mesma forma que vejo as pessoas. Acreditando e as impulsionando a viver seus sonhos." Jacinta Batista

"Aprender, crescer, influenciar, mobilizar e transformar." Neivia Justa

"Minha família e o amor que tenho por eles." Renata Rivas

"Mudanças, o novo; desafios - preciso de desafios, eles me motivam."Sueli Queiroz

"As pessoas não devem ser avaliadas pelos discursos, mas pelos seus atos, sentimentos e emoções que despertam nas pessoas ao seu redor."Vanessa Guimarães

 “Façamos o nosso melhor pelo outro, sempre e em qualquer circunstância. E o universo infalivelmente responderá à altura” Anderson Adami

 “Evolução humana em todos os sentidos.” Eliseu Lupetti



 “O Senhor é o meu pastor, nada me faltará.” Marcel Spadoto

“Evoluir leva Tempo, da Trabalho, talvez Doa...mas é imperativo.” Rene Milazzo

“Como fluir, resultados prósperos o esforço para superar as sombras internas e, manter o interesse infantil do curioso aprendizado permanente.” Rico Mader



“Viver é o que me move, não existe uma situação específica. Eu aprecio cada momento para descobrir, quem eu estou me tornando...” Cecília Faipó

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Um QUINTAL para SABOREAR a VIDA!

Ir ao Pane Di Giane é um convite para saborear a vida. Esquecer as responsabilidades e aproveitar cada minuto, sem pressa, esse é o sentimento que me vem quando vou tomar um café e claro levar um pão ou alguma novidade que sempre tem.



Os proprietários Giane e Léo completam o momento com atendimento profissional, mas que faz o cliente se sentir em casa. É admirável e inspiradora a história do casal que resolveu empreender com produtos de excelente qualidade num momento delicado da economia brasileira, mas eu acredito que a hora é a hora, afinal, a realização dos sonhos, encanta mais a vida.



Há três anos, por falta do produto no mercado, Giane resolveu fazer pão australiano no formato para hambúrger. Foi assim que surgiu o primeiro pão do Pane di Giane.



Uma coisa puxou outra e vieram os cursos, os famosos testes que deram errado, os testes que deram muito certo e a necessidade de crescer sempre. Com conhecimento e com equipamentos... do forno do fogão caseiro para o forno profissional, da massa cansativamente sovada na mão para a pequena masseira... todas as coisas foram mudando e evoluindo.



Evoluiu tanto que, realizaram um sonho e nasce o primeiro ponto comercial. Um cantinho muito especial rodeado de natureza, de paz e tranquilidade. Sob uma goiabeira, a Goya, que alimenta todos os pássaros da região e insiste em nos servir seus frutos que despencam. Em um bairro nobre de São Paulo, ao qual prometeram e estão cumprindo trazer mais do que pães e delícias. trouxeram AMIZADES, ALEGRIA e APOIO à comunidade que nos rodeia. Assim como o pão une as pessoas, o Pane di Giane chegou pra unir. Nessa empreitada, se uniram com a Patrícia Araújo, da "Cacau nas Nuvens", uma doceira de mão doce e cheia de carinho em tudo que faz.



Você precisa conhecer esse cantinho. E tem mais histórias, a do forno que o quase não entrou, a da pia de inox que entrou na marra... E dos móveis? Que salvam vidas! Impossível não olhar os móveis e ter a consciência de fazer parte da vida de quem precisa.



É explicito que tudo foi feito de coração para coração, com muito suor, vontade e amor.
Eu já até visualizei o meu aniversário no quintal... pra comemorar o dia todo! Muito da minha expressão! Um lugar que alegra o CORAÇÃO!


Onde? Av. Damasceno Vieira, 1027 - Loja D - Vila Mascote - São Paulo
panedigiane.com.br
11-98328-4445


sexta-feira, 11 de maio de 2018

Uma MÃETORISTA no Transporte Público: a autoestima no volante.


Inacreditável! Pois saiba que é pura realidade! Estou há algum tempo pensando em escrever sobre um exemplo de autoestima para as mulheres que diariamente utilizam o transporte público da empresa Riacho Grande, linha 153, do trajeto Terra Nova – Sacomã.
O nome dela é Sandra Regina Ortiz. Depois do fatídico acontecimento com Sandra, me vi mais motivada ainda a expressar o que penso, para que todas as pessoas reflitam sobre o autocuidado com a aparência e o amor-próprio que, para mim é o mais perfeito exemplo, porque quem se ama só pensa em ser a expressão da bondade.
Fiz uma visita em São Bernardo do Campo e, na volta, peguei o ônibus no ponto final da Terra Nova 2. Um ônibus estava estacionando, porém, para minha surpresa, quem estava ao volante era uma mulher com uma flor maravilhosa na cabeça, impecavelmente arrumada, com luvas e dedos à mostra. Muito simpática, ela cumprimentou quem estava à espera do ônibus. Sem pensar, já fui elogiando e procurando saber um pouco mais de sua história. 



Sandra trabalhava com perua escolar, mas, por problemas de saúde do filho, teve que vender o veículo. Em 2001, no entanto, surgiu uma oportunidade de um teste para trabalhar na empresa de transporte e ela encarou o desafio. Até hoje ela agradece a oportunidade e diz que ama o que faz. Quando pode, cria um visual para encantar a vida das pessoas; ela se veste até de Mamãe Noel.
Mas como a vida sempre nos testa, uma semana após esse encontro, ela foi humilhada por um homem que se intitula jornalista, Ricardo Hernandes, do ABC. Ao utilizar o transporte, teve uma reação muito desequilibrada(veja o print abaixo), o propósito de expôr aqui o que ela passou é para que mais mulheres se amem e cuidem do visual. É importante que façam isso para si, pois merecem ter um visual que esbanje vontade de viver. E não aceitem o desrespeito de homens mal resolvidos. 



Normalmente, quando alguém ousa no visual, são poucas as pessoas que elogiam. Esses elogios podem ser de três categorias: primeiro, são poucas pessoas que elogiam de coração; segundo, muitas fazem piada imbecil ou comentários que diminuem; e terceiro, não se fala nada na frente, mas mete o pau por trás: estes são os piores.
Eu, como uma Assessora de Bem Viver, afirmo que cuidar da aparência é cuidar do interior também. Porém, iniciar por cuidados simples inclui cuidar da saúde física e espiritual.
O Brasil precisa de muito mais Sandras Ortizs nos meios de transportes para que as mulheres mudem o modo de pensar e se posicionem. E, para os homens, também é um maravilhoso exemplo uma mulher no comando do volante, para despertar mais respeito e confiança.
Parabéns, Sandra Ortiz, e todas as Mães do Brasil que pilotam carros e famílias como Deusas.     

domingo, 29 de outubro de 2017

SIM SENHORA E SENHORITA:100% algodão!!!

Tudo que aprecio e busco, uma hora o divino universo me envia.
E com os produtos ALICES também foi assim! 


Eu já perdi a conta há quanto tempo estava procurando lingerie com algodão 100% e comprar pela Internet ainda me assusta, mas com ALICES tudo foi impecável, veste muito bem e o material é de excelente qualidade. Entrega e sistema de troca respeitando o consumidor. 
Se você está pensando que as criadoras da marca se chamam Alice, já começa aí a divertida e excelente história para o mundo feminino. Não vou contar, vale a pena comprar e sentir a diferença . Roupa íntima também é saúde, você pode se inspirar! A marca conseguiu reunir tudo que queremos em um produto de grande importância para todas as fases da mulher...
Ao abrir a caixa foi impossível não me lembrar da minha avozinha Lourdes, porque fui criada com calcinhas confeccionadas por ela, porém com um feitio nada confortável. Eu jamais esquecerei o desconforto, porque, embora fossem de algodão , não tinham a beleza e o conforto da Alices. Eram feias e não vestiam bem. Eu me recordo perfeitamente quando a minha avó avisava que tinha costurado novas calcinhas, eu olhava para a minha irmã com deboche...
O primeiro soutien que ganhei de presente, até foi de uma marca conceituada, mas a alça me incomodava, acabou indo para o lixo do banheiro de uma discoteca, isso mesmo, novinho, joguei fora. Interessante como ainda tenho tudo isso na memória.
A roupa intima é também um carinho para com o corpo, porque está em contato com áreas que necessitam de muito cuidado. E tenho que reforçar que nossa pele tem poros que precisam respirar e isso faz parte do viver saudável. 


Se você procura calcinhas e soutiens 100% algodão, encontrou! Ah eu penso, que se minha avó estivesse no Planeta Terra, também usaria, porque ALICES te faz sentir no país das maravilhas... recomendadissimoooo!
www.alices.net.br


Follow by Email